Gênio N° 33
Nome:IE-HU-IAH

Atuação Parcial na Hora da Vibração Neste Dia: 10:40 às 11:00 h
Atuação Integral nos Dias Deste Gênio: 3/7
 , 14/9 , 21/4 , 26/11 , 7/2

Sentido Positivo:
Vence os traidores e todos os planos maléficos. Confere o sentido de Paz e Harmonia, Talento e Inteligência. Ajuda nos planos e projetos que venham beneficiar o povo. Dá o sentido de fidelidade e dedicação. Ensina como servir sempre mais, cada vez melhor.
Sentido Negativo:
Provoca motins, revoltas, aflições e ódio. Demonstra ignorância e ajuda na opressão. Ajuda aos traidores e infiéis. Ajuda aos servidores que intencionam o mal.

Salmo(s): 33, 105, 27.

1º Salmo -[Número 33] Bondade e providência divinas
1 Exultai no Senhor, ó justos, pois aos retos convém o louvor.
2 Celebrai o Senhor com a cítara, entoai-lhe hinos na harpa de dez cordas.
3 Cantai-lhe um cântico novo, acompanhado de instrumentos de música,
4 porque a palavra do Senhor é reta. Em todas as suas obras resplandece a fidelidade:
5 ele ama a justiça e o direito. Da bondade do Senhor está cheia a terra.
6 Pela palavra do Senhor foram feitos os céus. E pelo sopro de sua boca todo o seu exército.
7 Ele junta as águas do mar como num odre, e em reservatórios encerra as ondas 
8 Tema ao Senhor toda a terra; reverenciem-no todos os habitantes do globo.
9 Porque ele disse e tudo foi feito, ele ordenou e tudo existiu. 
10 O Senhor desfaz os planos das nações pagãs, reduz a nada os projetos dos povos, 
11 Só os desígnios do Senhor permanecem eternamente e os pensamentos de seu coração por todas as gerações.
12 Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus, e o povo que ele escolheu para sua herança.
13 O Senhor olha dos céus e vê todos os filhos dos homens.
14 Do alto de sua morada observa todos os habitantes da terra;
15 ele, que formou o coração de cada um, está atento a cada uma de suas ações.
16 Não vence o rei pelo numeroso exército, nem se livra o guerreiro pela grande força.
17 O cavalo não é penhor de vitória, nem salva pela sua resistência.
18 Eis os olhos do Senhor pousados sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua bondade,
19 a fim de livrar-lhes a alma da morte e nutri-los no tempo da fome.
20 Nossa alma espera no Senhor, porque ele é nosso amparo e nosso escudo.
21 Nele, pois, se alegra o nosso coração, em seu santo nome confiamos.
22 Seja-nos manifestada, Senhor, a vossa misericórdia, como a esperamos de Vós.

2º Salmo - [Número 105] Os benefícios de Deus ao seu povo

1 Aleluia.
Celebrai o Senhor, aclamai o seu nome, apregoai entre as nações as suas obras.
2 Cantai-lhe hinos e cânticos, anunciai todas as suas maravilhas.
3 Gloriai-vos do seu santo nome; rejubile o coração dos que procuram o Senhor.
4 Recorrei ao Senhor e ao seu poder, procurai continuamente sua face.
5 Recordai as maravilhas que operou, seus prodígios e os julgamentos por seus lábios proferidos, 
6 ó descendência de Abraão, seu servidor, ó filhos de Jacó, seus escolhidos!
7 É ele o Senhor, nosso Deus; suas sentenças comandam a terra inteira.
8 Ele se lembra eternamente de sua aliança, da palavra que empenhou a mil gerações,
9 que garantiu a Abraão, e jurou a Isaac,
10 e confirmou a Jacó irrevogavelmente, e a Israel como aliança eterna,
11 quando disse: "Dar-te-ei a terra de Canaã, como parte de vossa herança."
12 Quando não passavam de um reduzido número, minoria insignificante de estrangeiros na terra,
13 e andavam errantes de nação em nação, de reino em reino,
14 não permitiu que os oprimissem, e castigou reis por causa deles.
15 "Não ouseis tocar nos que me são consagrados, nem maltratar os meus profetas."
16 E chamou a fome sobre a terra, e os privou do pão que os sustentava.
17 Diante deles enviara um homem: José, que fora vendido como escravo.
18 Apertaram-lhe os pés entre grilhões, com cadeias cingiram-lhe o pescoço,
19 até que se cumpriu a profecia, e o justificou a palavra de Deus. 
20 Então o rei ordenou que o soltassem, o soberano de povos o livrou 
21 e o nomeou senhor de sua casa e governador de seus domínios, 
22 para, a seu bel-prazer, dar ordens a seus príncipes, e a seus anciãos, lições de sabedoria.
23 Então Israel penetrou no Egito, Jacó foi viver na terra de Cam.
24 Deus multiplicou grandemente o seu povo, e o tornou mais forte que seus inimigos.
25 Depois, de tal modo lhes mudou os corações, que com aversão trataram o seu povo, e com perfídia, os seus servidores.
26 Mas Deus lhes suscitou Moisés, seu servo, e Aarão, seu escolhido.
27 Ambos operaram entre eles prodígios e milagres na terra de Cam.
28 Mandou trevas e se fez noite: resistiram, porém, às suas palavras. 
29 Converteu-lhes as águas em sangue, matando-lhes todos os seus peixes.
30 Infestou-lhes a terra de rãs, até nos aposentos reais.
31 A uma palavra sua vieram nuvens de moscas, mosquitos em todo o seu território, 
32 Em vez de chuva lhes mandou granizo e chamas devorantes sobre a terra,
33 Devastou-lhes as vinhas e figueiras, e partiu-lhes as árvores de seus campos.
34 A seu mandado vieram os gafanhotos e lagartas em quantidade enorme, 
35 que devoraram toda a erva de suas terras e comeram os frutos de seus campos.
36 Depois matou os primogénitos de seu povo, primícias de sua virilidade.
37 E Deus tirou os hebreus carregados de ouro e prata; não houve, nas tribos, nenhum enfermo,
38 Alegraram-se os egípcios com sua partida, pelo temor que os hebreus lhes tinham causado.
39 Para abrigá-los, Deus estendeu uma nuvem, e para iluminar-lhes a noite, uma coluna de fogo.
40 A seu pedido, mandou-lhes codornizes, e os fartou com pão vindo do céu. 
41 Abriu o rochedo e jorrou água como um rio a correr pelo deserto,
42 pois se lembrava da palavra sagrada, empenhada a seu servo Abraão.
43 E fez sair, com júbilo, o seu povo, e seus eleitos com grande exultação.
44 Deu-lhes a terra dos pagãos e desfrutaram das riquezas desses povos, 
45 sob a condição de guardarem seus mandamentos e observarem fielmente suas leis.

3º Salmo - [Número 27] Jubilosa esperança em Deus
1 De Davi. 
O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei? O Senhor é o protetor de minha vida, de quem terei medo? 
2 Quando os malvados me atacam para me devorar vivo, são eles, meus adversários e inimigos, que resvalam e caem. 
3 Se todo um exército se acampar contra mim, não temerá meu coração. Se se travar contra mim uma batalha, mesmo assim terei confiança.
4 Uma só coisa peço ao Senhor e a peço incessantemente: é habitar na casa do Senhor todos os dias de minha vida, para admirar aí a beleza do Senhor e contemplar o seu santuário. 
5 Assim, no dia mau ele me esconderá na sua tenda, ocultar-me-á no recôndito de seu tabernáculo, sobre um rochedo me erguerá. 
6 Mas desde agora ele levanta a minha cabeça acima dos inimigos que me cercam; e oferecerei no tabernáculo sacrifícios de regozijo, com cantos e louvores ao Senhor.
7 Escutai, Senhor, a voz de minha oração, tende piedade de mim e ouvi-me. 
8 Fala-vos meu coração, minha face vos busca; a vossa face, ó Senhor, eu a procuro. 
9 Não escondais de mim vosso semblante, não afasteis com ira o vosso servo. Vós sois o meu amparo, não me rejeiteis nem me abandoneis, ó Deus, meu Salvador. 
10 Se meu pai e minha mãe me abandonarem, o Senhor me acolherá.
11 Ensinai-me, Senhor, vosso caminho; por causa dos adversários, guiai-me pela senda reta.
12 Não me abandoneis à mercê dos inimigos, contra mim se ergueram violentos e falsos testemunhos.
13 Sei que verei os benefícios do Senhor na terra dos vivos!
14 Espera no Senhor e sê forte! Fortifique-se o teu coração e espera no Senhor!

Voltar